fbpx

As Vindimas no Douro

Em época de Vindimas, saiba mais sobre esta tradição tão antiga.

Durante o mês de Setembro acontece a tradição das Vindimas.

Numa celebração repleta de boa disposição e alegria, colhem-se as uvas que vão dar origem aos melhores licores do mundo.

As vindimas são o culminar de um ano de trabalho e mostram a verdadeira herança duriense.

As estradas enchem-se de carrinhas que transportam as pessoas até às vinhas, e que levam as uvas até aos lagares.

Uma tradição portuguesa que, apesar de já ter sido modernizada em alguns aspetos, continua a ser o que era.

Após o processo da colheita das uvas, estas são depositadas nos lagares onde são pisadas pelas pessoas, para que possam libertar o seu “sumo”.

Em algumas quintas, este processo é acompanhado pela animação de grupos de cantares, acompanhado pelo famoso acordeão e pela guitarra.

São várias as quintas que permitem aos turistas participarem na vindima, aprendendo mais sobre esta tradição, observando como são produzidos alguns dos melhores vinhos do país.

Durante o ano as quintas mantêm as suas portas abertas, permitindo a realização de provas de vinhos, onde se experimenta aquilo que foi anteriormente confecionado.

 

 

Quintas com programas de Vindimas
Quinta da Avessada
Quinta da Avessada
Fonte: Google Imagens

A Quinta da Avessada existe há 160 anos, vivendo das tradições e da herança deixada pelos seus antepassados.

Foi a primeira quinta a produzir o Moscatel de Favaios.

Na época das vindimas, a Quinta da Avessada disponibiliza um programa que celebra esta tradição.

O programa inicia com uma Visita aos Jardins da Enoteca, onde poderá saborear um Moscatel de Honra.

Depois, poderá participar no corte das uvas e no seu transporte até ao lagar.

Antes de um almoço tradicional, poderá ainda participar numa prova de Vinhos assistida pelos enólogos da quinta.

Depois do almoço, terá oportunidade de participar na tradição da pisa das uvas.

Por fim, regressará ao Espaço Enoteca para uma prova de vinhos licorosos. Termina assim um dia inesquecível no coração da tradição duriense.

 

 

Quinta da Roêda

Quinta da Roêda
Fonte: Google Imagens

Considerada como uma das quintas mais tradicionais do Alto Douro Vinhateiro, a Quinta da Roêda fica localizada no Pinhão.

Possui um centro de visitas para provas de vinhos.

A Quinta da Roêda tem cerca de 130 hectares de terreno e cerca de 5 km à beira rio.

Em 1889, a quinta foi adquirida por uma das marcas mais emblemáticas na produção do Vinho do Porto Vintage – a Croft.

Isto ajudou a que ambas beneficiassem desta ligação, sendo que a Roêda tornou-se na principal fonte de vinho do Porto Vintage da Croft.

Na “Experiência Vindima” da Quinta da Roêda poderá visitar a quinta, ver os seus vinhedos e lagares e ter a experiência da pisa das uvas num lagar tradicional.

O percurso termina com a degustação de 3 Vinhos: o Croft Pink, o Croft Reserva e o Croft Tawny 10 Anos.

 

 

Quinta de Marrocos

Quinta de Marrocos
Fonte: Google Imagens

A Quinta de Marrocos localiza-se em Valdigem, na margem esquerda do rio Douro.

O antigo Convento de Frades Franciscanos constitui hoje a casa principal da Quinta de Marrocos.

Inserida no coração do Baixo Corgo, dispõe de vários lagares feitos em granito, onde se realiza a pisa das uvas.

Os seus armazéns são apetrechados de tonéis, cubas e cascos de madeira, e é nestes reservatórios que o vinho envelhece.

A Quinta mantém a exploração vitivinícola tradicional, produzindo vinhos do Porto e Douro, azeite, mel e compotas.

Poderá participar na experiência das Vindimas na Quinta de Marrocos.

O visitante tem a oportunidade de participar na colheita das uvas, almoçar na Quinta, efetuar uma visita guiada às instalações, realizar uma prova de vinhos com lanche e participar numa lagarada.